16.02.2016  

Passagem da Noite

“É noite. Sinto que é noite
(…)
Sinto que nós somos noite,
que palpitamos no escuro
e em noite nos dissolvemos.
Sinto que é noite no vento,
noite nas águas, na pedra.
E que adianta uma lâmpada?
E que adianta uma voz?
É noite no meu amigo.
É noite no submarino.
É noite na roça grande.
É noite, não é morte, é noite
de sono espesso e sem praia.
Não é dor, nem paz, é noite,
é perfeitamente a noite.

POESIAS-LAYOUT32

Mas salve, olhar de alegria!
E salve, dia que surge!
(…)
Existir: seja como for.
A fraterna entrega do pão.
Amar: mesmo nas canções.
De novo andar: as distâncias,
as cores, posse das ruas.
Tudo que à noite perdemos
se nos confia outra vez.
Obrigado, coisas fiéis!
Saber que ainda há florestas,
sinos, palavras; que a terra
prossegue seu giro, e o tempo
não murchou; não nos diluímos.
Chupar o gosto do dia!
Clara manhã, obrigado,
o essencial é viver!”

Carlos Drummond de Andrade
(A Rosa do Povo)

_
Uma seção que combina música e poesia, pra embalar nossa semana. Agradeçam as manhãs e vivam! Vivam! A noite é só a noite, não diluímos… Cada manhã é uma oportunidade de agradecer. Clara manhã que vem, obrigada. O essencial é, mesmo, viver! 🙂

21.12.2015  

tem você

vem cá
me diz desse meu medo de olhar
me diz que os teus sonhos
valem a vida
nossa vida
nossa casa
nosso abraço

vem cá
me diz que essa canção vai durar
que essa noite mal dormida é de tanto sonhar
me diz qual seu cheiro
seu gosto
seu enredo
seu anseio

vem cá
me diz que essa chuva irá lavar
me diz que o vento não há de parar
que essa canção vai durar
que essa canção vai durar

vem cá
me diz que as mãos se tocam e a alma vive
me diz que os nossos sonhos
valem a vida
nossa vida
nossa casa
nosso abraço

vem cá
me diz que esse sonho há de parar
me diz que o sol há de raiar
e que as mãos se tocam
e a alma vive
e a alma morre
e a alma renasce em qualquer lugar

vem cá
vem cá nestes versos me abraçar
me diz que o enredo do samba
da vida
da alma
do sonho
há de sambar

vem cá
me diz que a chuva há de deitar
deitar o samba que tem que sambar
a vida que tem que chorar
o sonho que tem que encerrar
vem cá

vem cá
me diz que essa chuva irá lavar
me diz que o vento não há de parar
que essa canção vai durar
que essa canção vai durar
vem cá…

tumblr_ms7l0g2xlS1scxi6qo2_500

30.10.2014  

A minha mão transcreve Pessoa

coffeepocket-fernando-pessoa3 coffeepocket-fernando-pessoa2__
Essa é uma postagem coletiva (e atrasada) do Coletivo Rotaroots, um grupo de blogueiros massa e old school que promove a criatividade na blogosfera. Uma das sugestões para outubro era fazer um post “manuscrito”.

Esse é, de longe, o meu poema favorito de toda vida.

Página 1 de 812345678