25.05.2015  

Sobre o hiato

Tá foda.

Essas duas palavras representam bem a correria que tem sido a minha vida nos últimos meses. Não é como se eu tivesse enfim vencido a procrastinação, é só que o nível de stress e cobranças pessoais estão em níveis estratosféricos ultimamente.

Tô vivendo um hiato.

Essa longa separação entre ter o que fazer e o desespero de não dar conta. Vou levando, do jeito que dá. Abandonei os blogs (meu bloglovin só acumula posts), até o meu. Nem aqui eu entro mais, esse lugar que deveria ser o meu refúgio. Mas tô viva, tô de pé, às vezes caio, choro e imagino que tudo vai desmoronar, mas acho que Deus nessa zuera toda tá me mostrando que eu dô conta de ir em frente.

Um brinde ao stress.

Esse hiato um dia cessará, só aí eu terei fôlego pra voltar pro blog, pra minha vida e pra minha saúde mental. Enquanto isso não acontece, vou convivendo com toda essa montanha-russa de faz, não-faz, desespero e expectativas frustradas.

Um beijo cheio de saudade.
Até mais ver!

db28a90e254f0e734125d00c287596c7

__
Tô viva nas redes sociais, até arrumei um snapchat. Entre um stress e outro, eu respiro aqui:
facebook
instagram
snap: ribrafaella

Follow my blog with Bloglovin